Categorias
Educação

Em 2021 Paulo Freire completaria 100 anos de idade. Conheça um pouco mais acerca da história do Patrono da educação no Brasil

No dia 19 de setembro, o patrono da educação no Brasil, Paulo Freire, completaria 100 anos de idade. E o blog do Sistema CEV não poderia deixar de ressaltar esta data tão importante não apenas para o Brasil, mas para todo o mundo.

Paulo Freire nasceu no ano de 1921, em Recife – PE, e faleceu em São Paulo no ano de 1997. Ao longo de sua vida – inteiramente dedicada à Educação – ele foi contemplado com o título de Doutor Honoris Causa por mais de 30 universidades mundo afora, além de ter recebido o prêmio da UNESCO de Educação para a Paz em 1986. Seu título de Patrono da Educação Brasileira lhe foi concedido no dia 13 de abril de 2012 através da Lei nº 12.612.

O educador ajudou a combater o analfabetismo em diversos países.

Os estudantes precisam ser protagonistas  

O legado que ele deixou evidencia que o estudante deve se comportar como um agente ativo na construção da própria história, questionando, sempre adotando uma postura crítica frente às informações que lhes são destinadas: “Para Paulo Freire, o aluno é o autor da sua própria educação, ele faz o seu caminho, constrói o seu conhecimento, seu aprendizado. Ele defendia que o objetivo principal da escola era fazer o aluno ler o mundo para poder transformá-lo. E nosso papel como educadores é sempre dialogar nas relações de ensino aprendizagem, pois, na medida que o educador ensina, ele também aprende. Ou seja, professor e aluno aprendem juntos em um ambiente amável e democrático, onde todos podem expressar suas ideias.”, afirma Débora Amélia, educadora e consultora pedagógica do Sistema CEV.

Incentivo precioso

Segundo ela, os professores também precisam incentivar os estudantes na busca por essa maior autonomia dentro do processo de aprendizagem: “Sempre procuro como educadora estimular meus alunos a buscarem novos conhecimentos, a gostarem de aprender, a terem sempre vontade de aprender, porque o conhecimento nos liberta, nos transforma.”. Como diria Paulo Freire: “Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas mudam o mundo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *