Categorias
DiaDoVestibulando Educação Vestibular Vortex

Saiba como sua escola pode otimizar a preparação dos seus estudantes visando as provas de vestibulares

Hoje, 24 de maio, se comemora o dia dos vestibulandos. E, levando em consideração essa data especial, o post de hoje no Blog da Vortex Educação irá listar algumas dicas que tendem a fazer total diferença na preparação desses estudantes tendo em vista as tão sonhadas aprovações nos vestibulares, com destaque, claro, para o ENEM.

Apoio mais do que necessário

Muito mais do que oferecer um ensino e uma infraestrutura de qualidade, as escolas têm tudo para fazerem muito mais em prol de todos os seus estudantes e, em especial, dos vestibulandos.

Esses jovens são merecedores de uma atenção diferenciada porque a pressão que gira em torno de uma decisão assertiva quanto aos caminhos a serem trilhados por eles no ensino superior, bem como dos próprios desafios associados aos processos seletivos propriamente ditos, costuma ser gigante, algo bastante complexo de ser combatido. Logo, tudo e todos que vierem para somar ao longo desse processo são sempre muito bem-vindos, certo? Então vamos lá.

Medidas simples podem gerar ótimos resultados  

Um trabalho de mentoria eficiente que possa ser sustentado através de aulas extras e “plantões tira-dúvidas”, por exemplo, tende a deixar os alunos um tanto mais seguros acerca dos conteúdos que precisam ser plenamente entendidos. Nesse sentido, a aplicação de simulados também constitui uma ação importante de ser concretizada bem como o oferecimento de materiais complementares que possam despontar como os “diferenciais finais da preparação”.

Outro aspecto de extrema relevância que precisa ser considerado diz respeito aos momentos de descontração e relaxamento que podem (e devem) ser vivenciados ao longo de todo calendário letivo. As alternativas que podem vir à tona nesse contexto são inúmeras, de modo que, criatividade e bom planejamento são suficientes para nortearem eventos que deixarão os estudantes ainda mais fortes psicologicamente. Além disso, a escola pode também incentivar práticas saudáveis a serem desenvolvidas pelos jovens em suas respectivas rotinas, tais como: meditação, práticas esportivas, momentos destinados às vivências artísticas e muito mais.

Olho no ENEM

Não é segredo para ninguém: dentre os processos seletivos que garantem acesso ao ensino superior no Brasil, o ENEM costuma ser o que atrai com mais veemência as atenções da maioria dos vestibulandos. Por isso é recomendável que as escolas também possam ir ao encontro desses interesses, detalhando, junto ao jovens, aspectos relacionados às características das provas; às performances obtidas pelos alunos diante dos simulados realizados (se possível através de um trabalho de análise individualizado) e também oferecendo práticas que otimizem os desempenhos dos jovens quanto à disciplina de Redação (que não raramente é “deixada de lado”, ou colocada num segundo plano por parte dos estudantes em detrimento dos “mergulhos” em outras disciplinas supostamente “mais importantes”. Grande erro, né? Mas acontece.). No mais, quanto mais humanizadas puderem ser todas as etapas constituintes desse processo tão desafiador, mais os alunos estarão em contato com um ambiente realmente compatível com o afloramento dessas tão desejáveis conquistas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *