Categorias
DiaDasMães Educação Vortex

Como o Dia das Mães pode ser comemorado na sua instituição? Saiba isso e muito mais em nosso post de hoje

O grande escritor brasileiro Machado de Assis certa vez disse: “amor de mãe é a mais elevada forma de altruísmo”. Mais do que uma definição poética acerca do “modus operandi” das mamães, podemos perceber através dessa assertiva a constatação de um fato, não é mesmo? E com a chegada do segundo domingo do mês de maio desse ano tudo isso fica ainda mais evidente. É isso aí, o Dia das Mães e as maneiras que essa data linda pode ser vivenciada na sua escola serão os assuntos de hoje no Blog da Vortex Educação. Confira!

De olho na inclusão

Primeiramente precisamos enfatizar a importância de se levar em conta as diversas configurações familiares existentes no intuito de que nenhum aluno se sinta deslocado, desrespeitado, esquecido.  Afinal de contas, tias, avós, madrinhas, pais e até mesmo mães de coração podem ser protagonistas desse dia tão especial. Há crianças que vivem com pais solteiros, outras que são filhos de casais homoafetivos. E todos (obviamente!) merecem ser incluídos.

Diversas possibilidades    

A criatividade dos gestores educacionais e de toda equipe pedagógica precisa vir à tona nesse momento. Diversas atividades podem ser concebidas e o Blog da Vortex Educação agora vai listar algumas. Anote aí!

Jogos colaborativos por meio dos quais as mamães possam interagir com seus filhos são sempre ótimas pedidas. Um dia inteiro ao ar livre, que contemple ações como piqueniques coletivos e muito contato com a natureza são outras ações incríveis que podem fazer toda diferença nesse cenário.

Momentos de emoção garantidos

Outras possibilidades que nunca “saem de moda” são as apresentações que as crianças podem protagonizar no intuito de prestarem homenagens às mães. Apresentações musicais, uma dramatização, ou até mesmo algo que una música e teatro, que tal? Certamente os resultados de ações como essas são sempre maravilhosos, emocionantes, inesquecíveis.

Imagine por exemplo uma criança declamando alguns dos versos mais inspirados do poeta Mário Quintana (intitulado “Mãe”): “Mãe… São três letras apenas/ As desse nome bendito;/ Também o céu tem três letras/ E nelas cabe o infinito/ Para louvar nossa mãe, / Todo o bem que se disser/ Nunca há de ser tão grande/ Como o bem que ela nos quer. / Palavra tão pequenina, / Bem sabem os lábios meus/ Que és do tamanho do céu/ E apenas menor que Deus”. Perfeito, né?

É claro que outras tantas práticas podem ser levadas em consideração nesse contexto. E até por isso nós daqui gostaríamos de saber: como o Dia das Mães será vivenciado na sua instituição de modo a constituir um dia inclusivo e bem divertido?