Categorias
DiaMundialDaEducação Educação Vortex

Você conhece a origem e a importância do Dia Mundial da Educação? Confira isso e muito mais no nosso post de hoje!

O Fórum Mundial de Educação, realizado em 28 de abril do ano 2000, em Senegal (mais precisamente na cidade de Dakar), deu origem ao Dia Mundial da Educação (embora haja controvérsias a esse respeito). Mas, de uma forma ou de outra, essa data revela uma importância que decerto vai muito além de um simples marco comemorativo: reflexões acerca dos caminhos que a Educação vem tomando em todo o mundo encontram neste dia um terreno ainda mais fértil para que possam aflorar em prol de uma maior democratização e de um maior desenvolvimento da educação básica e secundária.

Naquela oportunidade, líderes de 164 países firmaram um acordo que deverá ter validade até 2030 visando, além do que já foi dito, a construção de uma sociedade mais justa e equilibrada em nível global por meio do desenvolvimento da educação.

Como essa data pode ser vivenciada na sua escola?

Atividades que ressaltem ainda mais a importância da educação para o mundo são ótimas alternativas para este dia. O importante é que essa chance não seja desperdiçada e, para tanto, a criatividade dos professores deve entrar em cena no intuito de que atividades enriquecedoras possam vir à tona e sejam propostas para os alunos. Que tal um concurso de redação voltado para esse tema? Ou mesmo a veiculação de filmes que possam ilustrar de forma ainda mais potente a importância da educação? (Sobre essa segunda alternativa, aliás, a gente não poderia deixar de sugerir alguns ótimos títulos, né? Então vamos a eles…).

“Escritores da Liberdade”, de Richard LaGravenese (2007); “A Sociedade dos Poetas Mortos”, de Peter Weier (1989); “Preciosa”, de Lee Daniels (2009); “O Sorriso de Monalisa”, de Mike Newell (2003); “O Contador de Histórias”, de Luiz Villaça (2009); “Filhas do Destino”, de Vanessa Roth (2007); “A Voz do Coração”, de Christophe Barratier (2003); “Como Estrelas na Terra”, de Aamir Khan (2007) e “Malala”, de Davis Guggenheim (2015) constituem opções maravilhosas!

Funções essenciais

A educação é a base da construção de um mundo melhor. Ela reforça os princípios da cidadania e se faz um dos antídotos mais potentes contra a desigualdade social; é a melhor “garota-propaganda” da sustentabilidade (o planeta agradece!), promotora dos direitos humanos e, obviamente, é um dos recursos mais eficientes quando se busca uma diminuição da violência em suas mais variadas nuances em prol de um mundo mais civilizado e pacífico (em tempos nos quais tem havido tanta propagação de ódio tal protagonismo fica ainda maior, não é mesmo?).

Como dizia o renomado filósofo e escritor Sêneca, “a educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida”. Resta-nos a noção de que esses cuidados precisam ser levados em conta não apenas por um dia, mas, sempre, no intuito de que as crianças e jovens de hoje se tornem adultos transformadores (no melhor sentido da expressão!) amanhã.