Categorias
DiaNacionalDaFamíliaNaEscola Escola Vortex

Dia Nacional da Família na Escola: uma data que reforça a importância da união de forças em prol do melhor desenvolvimento de crianças e jovens

O grande filósofo alemão Immanuel Kant já dizia: “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele. ” E essa ferramenta de valor inestimável não deve ser trabalhada apenas pelas instituições de ensino junto aos seus respectivos alunados: é fundamental a participação efetiva dos pais (ou responsáveis) na implementação dessa educação junto aos seus filhos. A importância dessa parceria parece óbvia, não é mesmo? Mas não é bem assim. Ao que tudo indica, há sérias dificuldades de entendimento quanto a isso por parte de muitas pessoas. Tanto é que o MEC, em 2001, resolveu instituir o Dia Nacional da Família na Escolacelebrado no dia 24 de abril – no intuito de reforçar o papel imprescindível dessa união.

De acordo com análises de resultados oriundos do Sistema de Avaliação de Educação Básica (Saeb), as notas melhoram e a evasão escolar diminui quando o aluno tem seu desenvolvimento nas aulas acompanhado de perto também no âmbito familiar.  Ou seja, a formação humana e acadêmica das crianças e jovens é totalmente dependente dessa integração de forças que pode ser plenamente viabilizada mediante a concretização de ações muito simples.

Como as famílias podem contribuir para o processo de ensino-aprendizagem dos alunos?

“Alguém te perguntou como é que foi seu dia? ”, questiona esse verso da música Céu Azul, do Charlie Brown Jr. Uma ação tão singela como essa já tende a fazer uma grande diferença na vida de qualquer pessoa e com os estudantes não é diferente. A demonstração de interesse por parte das famílias com relação às vivências escolares dos alunos tende a deixar essa galera com a motivação em alta, melhorando os níveis de produtividade e ajudando no fortalecimento do senso de responsabilidade.

A participação dos pais (ou responsáveis) nas reuniões e demais eventos escolares é outra peça-chave nesse contexto, tais como os incentivos a serem prestados no intuito de que as crianças e jovens desenvolvam gosto pelo ato de estudar. Reforçar positivamente os bons feitos dos estudantes tanto em sala de aula quanto em casa (por ocasião da realização de deveres de casa, por exemplo) é outra atitude que se faz muito importante nesse sentido.

Não para por aí. Muito mais pode ser feito

O estabelecimento de rotinas que sejam norteadas por uma divisão saudável do tempo; o oferecimento de um lugar para as crianças e jovens que seja de fato mais propício para os estudos em casa; imersão de toda família em hobbies e demais atividades que promovam momentos de diversão e relaxamento (se houver como tais atividades serem regidas ainda por algum valor educativo, melhor ainda!) constituem outras ações que devem ter grande protagonismo nesse cenário.

O Dia Nacional da Família na Escola é, assim, uma data que reforça a importância da união de forças em prol do melhor desenvolvimento das crianças e dos jovens. Mas essa união, claro, é algo que, para funcionar de fato, precisa ser buscado sempre. É uma integração por meio da qual todos saem ganhando, especialmente a sociedade e o mundo como um todo.