Categorias
DiaNacionalDaFamíliaNaEscola Escola Vortex

Dia Nacional da Família na Escola: uma data que reforça a importância da união de forças em prol do melhor desenvolvimento de crianças e jovens

O grande filósofo alemão Immanuel Kant já dizia: “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele. ” E essa ferramenta de valor inestimável não deve ser trabalhada apenas pelas instituições de ensino junto aos seus respectivos alunados: é fundamental a participação efetiva dos pais (ou responsáveis) na implementação dessa educação junto aos seus filhos. A importância dessa parceria parece óbvia, não é mesmo? Mas não é bem assim. Ao que tudo indica, há sérias dificuldades de entendimento quanto a isso por parte de muitas pessoas. Tanto é que o MEC, em 2001, resolveu instituir o Dia Nacional da Família na Escolacelebrado no dia 24 de abril – no intuito de reforçar o papel imprescindível dessa união.

De acordo com análises de resultados oriundos do Sistema de Avaliação de Educação Básica (Saeb), as notas melhoram e a evasão escolar diminui quando o aluno tem seu desenvolvimento nas aulas acompanhado de perto também no âmbito familiar.  Ou seja, a formação humana e acadêmica das crianças e jovens é totalmente dependente dessa integração de forças que pode ser plenamente viabilizada mediante a concretização de ações muito simples.

Como as famílias podem contribuir para o processo de ensino-aprendizagem dos alunos?

“Alguém te perguntou como é que foi seu dia? ”, questiona esse verso da música Céu Azul, do Charlie Brown Jr. Uma ação tão singela como essa já tende a fazer uma grande diferença na vida de qualquer pessoa e com os estudantes não é diferente. A demonstração de interesse por parte das famílias com relação às vivências escolares dos alunos tende a deixar essa galera com a motivação em alta, melhorando os níveis de produtividade e ajudando no fortalecimento do senso de responsabilidade.

A participação dos pais (ou responsáveis) nas reuniões e demais eventos escolares é outra peça-chave nesse contexto, tais como os incentivos a serem prestados no intuito de que as crianças e jovens desenvolvam gosto pelo ato de estudar. Reforçar positivamente os bons feitos dos estudantes tanto em sala de aula quanto em casa (por ocasião da realização de deveres de casa, por exemplo) é outra atitude que se faz muito importante nesse sentido.

Não para por aí. Muito mais pode ser feito

O estabelecimento de rotinas que sejam norteadas por uma divisão saudável do tempo; o oferecimento de um lugar para as crianças e jovens que seja de fato mais propício para os estudos em casa; imersão de toda família em hobbies e demais atividades que promovam momentos de diversão e relaxamento (se houver como tais atividades serem regidas ainda por algum valor educativo, melhor ainda!) constituem outras ações que devem ter grande protagonismo nesse cenário.

O Dia Nacional da Família na Escola é, assim, uma data que reforça a importância da união de forças em prol do melhor desenvolvimento das crianças e dos jovens. Mas essa união, claro, é algo que, para funcionar de fato, precisa ser buscado sempre. É uma integração por meio da qual todos saem ganhando, especialmente a sociedade e o mundo como um todo.

 

Categorias
Educação Escola Escolas Parceiras Vortex

Hoje o dia é dela! Mas você sabe como comemorar o dia 15 de março na sua instituição?

Hoje o dia é inteiramente dedicado a ela. Ela que tem uma importância imensurável para a sociedade e que ajuda a nortear crianças e jovens em suas respectivas trajetórias na vida. Ela que se faz um reduto das aprendizagens e também constitui um ambiente bastante propício para o desenvolvimento da socialização. Ela que atua como espaço que acolhe as diferenças e fortalece os pilares da democracia. Sim, neste 15 de março comemoramos o dia dela, o dia da escola e o Blog da Vortex Educação traz neste post várias dicas a respeito de como esse dia pode ser bem vivenciado na sua instituição. Confira!

Saiba quais são as atividades que podem ser realizadas hoje na sua instituição e que podem tornar este dia da escola uma data ainda mais especial

Várias ações em pauta

É claro que possibilidades bem legais não faltam nesse sentido. Mas é muito importante que as atividades pensadas para essa data também priorizem a importância que há no fato das crianças e jovens estarem sempre em contato direto com o meio escolar. Um concurso de redação voltado para este tema, por exemplo, tem tudo para render ótimos resultados, servindo até mesmo como feedback por parte dos alunos com relação à instituição. Boa dica, né?

Outra sugestão bem bacana se refere a outro público que também está envolvido com o contexto escolar: pais (ou responsáveis). Considerar a realização de alguma atividade que precise contar com a presença dos mesmos nesta data é muito importante para que haja um estreitamento dos laços e da comunicação entre a escola e as famílias.

Informações históricas sobre a escola  

Espalhar pelos espaços mais movimentados da instituição informações históricas e curiosidades a respeito da mesma é algo que tem tudo para fortalecer a imagem da escola junto a todos que costumam frequentar tais espaços. Viabilizar murais com homenagens, pinturas e desenhos produzidos pelos alunos a respeito da escola constitui outra possibilidade muito legal para ser levada em conta.

Sétima arte pode ser aliada

Quem não curte um bom filme, não é mesmo? Então seria muito interessante se pensar nas exibições de filmes que possam ir ao encontro dessa data e garantir um bate-papo sempre bem enriquecedor ao final de cada sessão.

Não para por aí

Debates de teor mais crítico podem ser construídos tendo em vista os alunos mais experientes (no caso, os do ensino médio), havendo uso inclusive de ferramentas auxiliares como infográficos e reportagens que possam melhor embasar as discussões. O que os estudantes têm a dizer acerca das suas vivências no âmbito escolar atualmente? O que eles esperam da escola no futuro? Tudo isso (e muito mais!) pode ser trabalhado nesta data.

E aí, curtiu? Como o dia da escola é comemorado na sua instituição?

 

Categorias
Educação Empreendedorismo Escola Vortex

Empreendedorismo na escola: componente importante de um ensino inovador

Num mercado de trabalho que se mostra cada vez mais exigente e dinâmico, os indivíduos que sabem se adaptar aos mais diversos cenários, que têm um bom nível de autoconfiança e de criatividade, postura de liderança, organização e que, dentre outros conhecimentos, sabem trabalhar em equipe e esboçar planejamentos adequados, saem muito na frente dos demais na busca pela consolidação exitosa de uma carreira profissional que venha a ter um caráter mais empreendedor. E a escola, claro, pode ser uma grande incentivadora nesse contexto.

Hoje em dia não basta aos alunos o pleno domínio acerca das teorias, eles precisam constatar, na prática, como os conhecimentos obtidos em sala de aula podem de fato transformar positivamente a sociedade. A ideia é que através da boa utilização da disciplina de empreendedorismo os jovens possam aprimorar habilidades e desenvolver outras, ficando mais aptos para lidarem de forma proativa com quaisquer dificuldades que, por ventura, apareçam e para que, no futuro, quem sabe, possam ser criadores de startups que tenham relevância no meio social, por exemplo.

O empreendedorismo na escola tem tudo para ser um grande diferencial na formação dos estudantes

Através de quais metodologias a disciplina de empreendedorismo pode vir a ser aplicada em sua escola?

São várias as possibilidades nesse sentido. Uma aprendizagem norteada por projetos (por meio da qual os conhecimentos são obtidos através de desafios práticos, havendo elaboração de hipóteses e apresentação de possíveis soluções), gamificação, design thinking (estratégia que traz à tona problemas para serem resolvidos de forma coletiva) e a chamada aprendizagem invertida são algumas das principais ferramentas capazes de otimizar os benefícios decorrentes do uso correto da disciplina de empreendedorismo.

Todo conteúdo a ser explorado através dessas noções de empreendedorismo deve ser pensado no intuito de que haja um estímulo para ideias e ações que visem a transformação da sociedade. Cada uma das metodologias sugeridas acima detém uma dinâmica inteiramente pautada na inovação com foco na resolução de problemas através de abordagens participativas e criativas por parte dos alunos, cabendo aos professores a tarefa de contextualizar tudo isso da melhor maneira.

Importância em todas as carreiras

Vale ressaltar que todos os conhecimentos obtidos ao longo de tais imersões poderão ser utilizados pelos estudantes não apenas no âmbito do empreendedorismo propriamente dito, mas também em outras diversas frentes profissionais que podem ser perfeitamente escolhidas por eles num futuro próximo. Sejam executivos, autônomos, empregados, servidores públicos ou mesmo empreendedores de fato, os jovens que puderem desfrutar devidamente das noções de empreendedorismo no ambiente escolar hoje terão tudo para se tornarem profissionais ainda mais transformadores e inspiradores no amanhã.

Categorias
Capacitação Consultoria Educação Escola Professor

Vortex Educação oferece 3 itinerários formativos para as escolas parceiras. Fique por dentro do itinerário com foco em educação financeira

Uma das principais novidades que vieram à tona com o Novo Ensino Médio diz respeito aos chamados itinerários formativos. Esses itinerários nada mais são do que conjuntos de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo e outras situações de trabalho que os estudantes poderão escolher no ensino médio visando uma organização curricular que possa ser mais afeita às suas reais habilidades, predileções e vocações.

Nesse contexto, a Vortex Educação, claro, não poderia deixar de ser protagonista: ela irá oferecer três tipos de itinerários formativos para as suas escolas parceiras. E, neste post, trataremos de uma dessas três possibilidades: vamos começar com o itinerário formativo voltado para educação financeira!

Professores Francisca Carvalho e Alex Romero durante live sobre o Novo Ensino Médio.

 

Quais são os objetivos desse itinerário?

Os principais objetivos associados a esse itinerário são: auxiliar os estudantes a pensarem criticamente sobre o mundo das finanças e suas implicações nas rotinas das pessoas; viabilizar tomadas de decisões financeiras mais adequadas; fazer com que o aluno aprenda a consumir, poupar e investir de forma responsável e consciente; oferecer as condições necessárias através das quais os alunos poderão fazer planejamentos financeiros a curto, médio e longo prazo, possibilitando também uma autonomia financeira aos mesmos bem como a disseminação de todo conhecimento a ser obtido no âmbito familiar e comunitário.

Enorme importância

Nesse sentido, a promoção da educação financeira se torna a cada dia uma necessidade pedagógica maior diante dos tantos impactos que eventos sociais (muitas vezes imprevistos) geram: “A COVID-19 deixou a economia mundial muito abalada. E, por consequência, a economia financeira individual também. Então a educação financeira vai proporcionar que cada indivíduo possa sair de situações mais complicadas, como enfrentar uma crise. ”, afirma Francisca Carvalho, professora de matemática, com especializações em docência do ensino superior e em matemática, e curso de participação em educação financeira pelo MEC. “Ou seja, o aluno vai ter contato com o universo financeiro. Vai aprender a calcular porcentagens, juros simples. Vai aprender quando é melhor fazer um investimento ou um empréstimo. ”, continua.

Estrutura do itinerário

O itinerário formativo voltado para educação financeira proposto pela Vortex Educação será composto por uma carga horária de 240 horas, havendo uma divisão em três módulos. A saber: Módulo I –  Orçamento familiar no dia a dia; “uma vida social”; Módulo II – “Meus pertences pessoais”; “emprego garantido”; empreendedorismo; Módulo III –“Projetos futuros; “Como está a economia do país? ”; “Como está a economia mundial? ”.

Vale ressaltar que todos os materiais oferecidos serão inéditos e norteados por conteúdos interdisciplinares. Ah, e totalmente digitais (com aulas on-line)! Ficará a critério de cada escola a adoção dos três itinerários formativos, ou somente de um deles.

Por que optar por esse itinerário?

“O itinerário de educação financeira tem o objetivo de transformar a vida financeira do estudante. Ao trazermos a educação financeira nos itinerários formativos atrelados aos eixos estruturantes de conhecimento, vamos colaborar com a formação dos estudantes, otimizando o aprendizado e desenvolvimento da cultura de planejamento, de prevenção, de investimento e de consumo consciente. Os conhecimentos adquiridos irão favorecer a transmissão do aprendizado pelos jovens a seus familiares e, dessa forma, ajudá-los nas conquistas futuras em relação aos seus sonhos individuais e coletivos. Por isso queremos estimular o aprendente a ser o protagonista de sua trajetória.”, finaliza a professora Francisca.

E aí, curtiu? Para que você possa ficar ainda mais por dentro de todas as novidades trazidas pelo Novo Ensino Médio, acesse: http://bit.ly/NovoEnsinoMedioVortex .

Categorias
Escola Projeto Projeto de vida Vortex

Conheça o Projeto Baobá e ofereça o melhor projeto de vida para seus estudantes

“Quem eu sou? ”; “Quem eu quero ser? ”; “Quais são minhas maiores habilidades? ”: perguntas como essas nem sempre são acompanhadas de respostas imediatas e podem representar grandes dilemas na vida de qualquer indivíduo, especialmente quando se trata de um jovem estudante. Assim, tudo que vem para ajudar nesse processo pautado sobretudo pelo autoconhecimento é sempre algo que se faz muito bem-vindo, a exemplo do projeto de vida que deve ser oferecido pela escola aos alunos.

Mas o que vem a ser um projeto de vida?

Em linhas gerais, o projeto de vida a ser oferecido pela escola se refere a uma das competências garantidas pela Base Nacional Comum Curricular, BNCC, e tem por objetivo incentivar o desenvolvimento de habilidades e do autoconhecimento por parte dos estudantes a fim de que estes possam realizar decisões mais assertivas e acertadas nos âmbitos pessoal, social e profissional de suas vidas.

Adote o Projeto Baobá na sua escola 

Pensando nisso, a Vortex Educação passou a disponibilizar um projeto de vida próprio, chamado de Projeto Baobá, para todas as escolas parceiras que se interessarem em o adotar.

Como vai funcionar o Projeto Baobá?

O Projeto Baobá será desenvolvido ao longo de todo ano letivo através de encontros semanais que serão direcionados para estudantes do 1º ano do ensino médio. Priorizando o oferecimento de uma educação socioemocional, esse projeto irá auxiliar os alunos a desenvolverem protagonismo no processo de ensino-aprendizagem, direcionando-os assim para a escolha de uma carreira profissional que possa de fato ser alinhada com suas reais competências e habilidades.

Dessa forma, o Projeto Baobá se refere a uma iniciativa arrojada que, dentre outras ferramentas pedagógicas, utilizará uma metodologia ativa por meio da qual o aluno será também responsável pela construção do seu conhecimento. Dentro desta metodologia será adotada uma abordagem de gamificação que, por sua vez, garantirá aos alunos o acesso a um mapeamento comportamental com um conjunto de ferramentas digitais que irão motivar o engajamento, estimular o pensamento crítico e o protagonismo do processo de autoconhecimento.

Sempre juntos

Vale ressaltar que, caso você queira adotar o Projeto Baobá na sua escola, a Vortex Educação lhe prestará todo apoio necessário visando a otimização dos resultados a serem obtidos através dessa iniciativa. Assim, sua equipe pedagógica terá um grande suporte através de: formações, capacitações, oficinas, workshops e mentorias.

E aí, gostou? Saiba mais sobre o projeto Baobá clicando no link https://bit.ly/NovoEnsinoMedioVortex