Categorias
Capacitação Consultoria Educação Escola Professor

Vortex Educação oferece 3 itinerários formativos para as escolas parceiras. Fique por dentro do itinerário com foco em educação financeira

Uma das principais novidades que vieram à tona com o Novo Ensino Médio diz respeito aos chamados itinerários formativos. Esses itinerários nada mais são do que conjuntos de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo e outras situações de trabalho que os estudantes poderão escolher no ensino médio visando uma organização curricular que possa ser mais afeita às suas reais habilidades, predileções e vocações.

Nesse contexto, a Vortex Educação, claro, não poderia deixar de ser protagonista: ela irá oferecer três tipos de itinerários formativos para as suas escolas parceiras. E, neste post, trataremos de uma dessas três possibilidades: vamos começar com o itinerário formativo voltado para educação financeira!

Professores Francisca Carvalho e Alex Romero durante live sobre o Novo Ensino Médio.

 

Quais são os objetivos desse itinerário?

Os principais objetivos associados a esse itinerário são: auxiliar os estudantes a pensarem criticamente sobre o mundo das finanças e suas implicações nas rotinas das pessoas; viabilizar tomadas de decisões financeiras mais adequadas; fazer com que o aluno aprenda a consumir, poupar e investir de forma responsável e consciente; oferecer as condições necessárias através das quais os alunos poderão fazer planejamentos financeiros a curto, médio e longo prazo, possibilitando também uma autonomia financeira aos mesmos bem como a disseminação de todo conhecimento a ser obtido no âmbito familiar e comunitário.

Enorme importância

Nesse sentido, a promoção da educação financeira se torna a cada dia uma necessidade pedagógica maior diante dos tantos impactos que eventos sociais (muitas vezes imprevistos) geram: “A COVID-19 deixou a economia mundial muito abalada. E, por consequência, a economia financeira individual também. Então a educação financeira vai proporcionar que cada indivíduo possa sair de situações mais complicadas, como enfrentar uma crise. ”, afirma Francisca Carvalho, professora de matemática, com especializações em docência do ensino superior e em matemática, e curso de participação em educação financeira pelo MEC. “Ou seja, o aluno vai ter contato com o universo financeiro. Vai aprender a calcular porcentagens, juros simples. Vai aprender quando é melhor fazer um investimento ou um empréstimo. ”, continua.

Estrutura do itinerário

O itinerário formativo voltado para educação financeira proposto pela Vortex Educação será composto por uma carga horária de 240 horas, havendo uma divisão em três módulos. A saber: Módulo I –  Orçamento familiar no dia a dia; “uma vida social”; Módulo II – “Meus pertences pessoais”; “emprego garantido”; empreendedorismo; Módulo III –“Projetos futuros; “Como está a economia do país? ”; “Como está a economia mundial? ”.

Vale ressaltar que todos os materiais oferecidos serão inéditos e norteados por conteúdos interdisciplinares. Ah, e totalmente digitais (com aulas on-line)! Ficará a critério de cada escola a adoção dos três itinerários formativos, ou somente de um deles.

Por que optar por esse itinerário?

“O itinerário de educação financeira tem o objetivo de transformar a vida financeira do estudante. Ao trazermos a educação financeira nos itinerários formativos atrelados aos eixos estruturantes de conhecimento, vamos colaborar com a formação dos estudantes, otimizando o aprendizado e desenvolvimento da cultura de planejamento, de prevenção, de investimento e de consumo consciente. Os conhecimentos adquiridos irão favorecer a transmissão do aprendizado pelos jovens a seus familiares e, dessa forma, ajudá-los nas conquistas futuras em relação aos seus sonhos individuais e coletivos. Por isso queremos estimular o aprendente a ser o protagonista de sua trajetória.”, finaliza a professora Francisca.

E aí, curtiu? Para que você possa ficar ainda mais por dentro de todas as novidades trazidas pelo Novo Ensino Médio, acesse: http://bit.ly/NovoEnsinoMedioVortex .

Categorias
Educação Parceria Premiação Professor Vortex

Reconhecimento merecido: desempenhos de professores de escolas parceiras da Vortex Educação são destacados através do Prêmio Aura Pedagógica 2021. Confira!

O Prêmio Aura Pedagógica 2021 foi uma iniciativa da Vortex Educação que teve o objetivo de valorizar os professores das escolas parceiras que foram destaques ao longo do ano. Todo processo de premiação como um todo contou com um enorme engajamento de todas as partes envolvidas e o feedback obtido não poderia ter sido mais positivo.

“A gente sabe que histórias inspiradoras nos ajudam a seguir adiante com pensamento positivo. Sabemos também que o último ano não foi fácil, o professor precisou se reinventar, precisou de novas características para seguir o seu dom da educação. Pensando nisso, nós criamos a Aura Pedagógica – uma premiação, um reconhecimento para aqueles professores que se destacaram durante o ano de 2021.”, afirma Cloves Costa, Diretor de Comercialização da Vortex Educação.

Participaram do Prêmio Aura Pedagógica 2021 escolas parceiras de 8 estados, dentre as quais foram selecionadas 8 finalistas (sendo uma escola representante de cada estado). A primeira etapa do processo de votação foi popular e realizada em uma grande rede social, e a segunda foi realizada via link, sendo a mesma destinada apenas para gestores. O resultado final, por sua vez, contemplou Gilson Galdino, professor do Educandário Arte de Aprender, localizado em Escada/PE.

Grande surpresa  

Gilson, tomado pela emoção, parecia não acreditar que havia conquistado o prêmio: “Apesar de eu ter certeza da minha prática, de tudo que eu faço pelos meus alunos, eu não esperava (ganhar o prêmio). Eu já me considerava um vencedor por ver a minha prática didática sendo reconhecida no Prêmio Aura Pedagógica.”, conta.

Belo incentivo

Todo professor sonha em fazer a diferença na vida dos seus alunos. E, nesse sentido, quando a recíproca se torna verdadeira, o sentimento não poderia ser outro: “O maior prêmio que eu recebi durante todo esse período de votação foi ver o engajamento deles (dos alunos), o apoio que eles me deram (assim como fizeram os pais dos estudantes).”, garante.

Gratidão total

Segundo Gilson, o privilégio de ter tido o apoio de tanta gente – aliado com sua determinação e com o seu talento – foram componentes fundamentais para sua formação não apenas no âmbito profissional, mas, também, no âmbito humano: “Eu sou muito grato aos meus alunos, aos meus familiares, aos meus amigos, coordenação, escola, às pessoas que me deram oportunidade de estudar. Ganhando esse prêmio eu me lembro do meu passado, que foi uma infância muito dura, muito sofrida. Então só tenho orgulho da pessoa que eu me tornei hoje.”, afirma.

Os outros 7 finalistas do Prêmio Aura Pedagógica foram: Raimundo Nonato de Araújo Barros (professor da Escola Pequeno Príncipe, localizada em Esperantina – PI); Jouberth Sousa dos Passos Cardozo (professor do Instituto Educacional Maciel, localizado em Caxias – MA); Williams Santana Messias (professor do Colégio Rezende, localizado em N. Sra. da Glória – SE); Vitor Alcântara dos Santos  França (professor do Colégio Maurício de Sousa, localizado em Maceió – AL); Neila Figueiredo (professora do Centro Educacional União, localizado em Natal – RN); Gabriela de Oliveira Jesus (professora do Centro Educacional Tereza Fróes, localizado em Salvador – BA) e Ellen Assunção (professora da Escola Intellectus Vita, localizada em Belém – PA).